quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Milagre da vida



Milhões de pessoas estão na fila por transplantes de órgãos; todos os dias, centenas morrem nessa espera. Não só há escassez de órgãos saudáveis, mas também é preciso haver grande compatibilidade entre doador e paciente para que o sistema imune deste último não rejeite o órgão transplantado. Agora, um novo tipo de solução está sendo aperfeiçoado nos laboratórios médicos: órgãos bioartificiais, cultivados nas células dos próprios pacientes. Trinta pessoas já receberam bexiga produzida com essa técnica [...].

Os cientistas retiram células saudáveis da bexiga enferma do paciente, fazem com que se multipliquem em placas de cultura e depois as transferem para uma matriz com formato de bola e feita em parte de COLÁGENO, a proteína encontrada na cartilagem. As células musculares ficam na porção externa e, na interna, estão as uroteliais (que recobrem o trato urinário). [...] A bexiga incipiente é incubada à temperatura do corpo até que as células formem o tecido operacional. O processo dura de seis a oito semanas. [...]

GLAUSIUSZ, Josie. Milagre da vida. National Geographic Brasil, São Paulo: Abril, n. 132, p. 20, mar. 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário